fbpx
É possível encarar o marketing multinível como sua principal fonte de renda?

É possível encarar o marketing multinível como sua principal fonte de renda?

Marketing Multinível, esse é o assunto do “Cerbasi Responde” de hoje, motivado por uma questão enviada pela Luciana dos Santos que pergunta de maneira bem objetiva: Bom, primeiro um esclarecimento, nem todo mundo sabe o que é marketing multinível. Marketing multinível é um sistema de vendas diretas, vendas diretas é quando alguém representa uma marca, uma empresa, uma linha de produtos ou de serviços para vender diretamente no porta a porta, para o seu círculo de amigos, para seus relacionamentos, com isso, fazendo um resultado como se fosse uma franquia dessa marca que ele representa. Vendas diretas seria o que caracteriza essa rede. Quando se fala de multinível, é que essa pessoa além de vender diretamente ela tem a incumbência de formar uma rede de vendedores abaixo de si, ela é responsável por liderar um time de vendedores.

A pessoa vai, além de vender, convocar pessoas para fazerem parte da rede também e se essas pessoas tiverem sucesso, aquele que convocou vai participar do resultado delas, criando uma hierarquia, por isso chamado de multinível. A Luciana pergunta se vale a pena entender o marketing multinível como principal fonte de renda, e aí eu quero esclarecer que normalmente, no marketing multinível, quem está entrando para o sistema está com o grau de ansiedade bastante elevado, normalmente são pessoas que estão abandonando ou que pretende abandonar o seu emprego, ou que abandonaram, voluntariamente ou forçosamente por um desemprego e estão procurando uma solução para se manter. Um erro de quem entra para o marketing multinível é tratar isso como um bico, justamente como um trabalho secundário, aqui eu já estou respondendo a pergunta da Luciana, tratar como uma segunda fonte de renda, vale a pena? É um risco, por quê? Porque como todo trabalho empreendedor, é fundamental que a pessoa dedique tempo a uma estratégia de vendas, dedique tempo à divulgação, dedique tempo a se desenvolver como vendedor ou como especialista em estruturação da sua rede.

Quanto menos tempo a pessoa tiver, quanto mais a sua agenda é consumida pela carreira principal, menos ela vai conseguir se dedicar a esse projeto, menos resultado ela vai ter, com isso, mais negativamente ela vai influenciar a rede como um todo, até a marca da empresa. É ruim quando a pessoa entra para esse mundo pensando em ter apenas um complemento de renda, em algumas situações, condições favoráveis podem permitir que essa pessoa tenha um trabalho principal e de repente ela vende energéticos, uma linha de produtos fitness, saudáveis, no seu trabalho principal tem a ver com academia, por exemplo, tem sinergia, pode ser que ela consiga fazer uma fonte secundária de renda sem se comprometer com o crescimento da rede, mas o marketing multinível faz sentido quando a pessoa se dedica de corpo e alma para estruturar uma rede e com o ganho dessa rede, aumentar os seus ganhos também.

E aí é uma questão como qualquer outra questão empreendedora: Se eu decido hoje montar um negócio próprio, mas estou muito bem empregado em uma empresa como servidor público, normalmente eu vou fazer um certo sacrifício por um tempo, manter as duas carreiras em paralelo, me desenvolver gradualmente na carreira secundária, no caso marketing multinível, até entender que estou preparado para me dedicar de corpo e alma e fazer grandes resultados ou até chegar um momento que essa carreira secundária começa a igualar os ganhos que eu tinha na carreira principal. Esse é o momento de eu me desconectar e dedicar muito mais tempo àquele que passou a ser o meu trabalho. Normalmente, quando se começa em um projeto empreendedor, seja apenas vendas diretas ou vendas diretas com marketing multinível ou uma franquia, normalmente a família vai ter uma dedicação meio que parcial a esse novo projeto e à medida que ele decola, abre-se mão das fontes de renda mais seguras que permitiram ou permitirão manter a família durante o prazo de amadurecimento do projeto empreendedor.

É assim que se cresce nos negócios, é assim que se cresce nos negócios mantendo uma segurança familiar, sem abrir mão da renda de forma definitiva, enquanto se experimenta o novo, até porque o projeto empreendedor pode não dar certo. Espero ter esclarecido, espero ter entusiasmado a Luciana e todos aqueles que estão começando no marketing multinível a mergulhar nessa carreira, mas com o propósito correto de se dedicar porque é com dedicação que você colhe resultados.

Sucesso nos negócios. .

Poderá ver o vídeo no youtube Aqui

8 SEGREDOS PARA SE TORNAR PROFISSIONAL EM MARKETING MULTINÍVEL ONLINE

Fechar Menu
css.php